image

Defesa cibernética e compliance para seu negócio

  • Metodologia Keylock

    Keylock é uma metodologia exclusiva e inovadora desenvolvida pela Resh. Ela tem como objetivo oferecer ampla proteção para os sistemas que estão expostos na Internet, aliando tecnologia de segurança ao compliance jurídico.

  • Resh Aplicação Protegida

    Sua aplicação é testada contra todas as ameaças cibernéticas atuais, utilizando as técnicas de ataque dos hackers mais agressivos além de documentar e apontar a solução que deve ser adotada.

  • Resh Compliance LGPD

    As recentes legislações relacionadas à privacidade e à gestão de dados tem obrigado as empresas de todos os segmentos a reestruturarem seus modelos de negócios.

A Resh é uma empresa especializada em oferecer soluções para todos os tipos de ameaças cibernéticas, tanto do ponto de vista técnico, testando as aplicações e detectando vulnerabilidades, quanto no alinhamento dos documentos que amparam todas as atividades do cliente, tais como, negociações com clientes e parceiros para estarem em compliance com as leis brasileiras, europeias e o mercado norte-americano.

Segurança Jurídica

Procedimentos e contratos legais do negócio são testados, avaliados e adequados.

Segurança Cibernética

Técnicas de proteção de dados, softwares, redes e dispositivos contra os ataques digitais.

Metodologia Keylock

Oferece ampla proteção para os sistemas que estão expostos na Internet, aliando tecnologia de segurança ao compliance jurídico.

image

Diferencial

O principal diferencial da Resh é aliar segurança cibernética e segurança jurídica, oferecendo os melhores níveis de proteção para o seu negócio. Proteção cibernética aliada à proteção jurídica traz segurança e confiabilidade aos negócios na era digital. Nossa equipe é formada por analistas especializados em segurança e inteligência cibernética, bem como por advogados especializados em segurança e compliance digital.

Cases de Sucesso

SBT Resh Cyber Defense

Entrevista para a emissora SBT. Assista o vídeo completo clicando aqui!

SBT Interior
Entrevista
Globo Resh Cyber Defense

Entrevista para a emissora TV Tem. Assista o vídeo completo clicando aqui!

TV Tem
Entrevista
avatar

Resh é destaque na revista RTI Telecom e Instalações. Veja a revista completa clicando aqui!

RTI
Entrevista
  • Verhaw - Cliente Resh Cyber Defense
  • Seara - Cliente Resh Cyber Defense
  • GS Group - Cliente Resh Cyber Defense
  • Shift - Cliente Resh Cyber Defense
  • Bella Capri - Cliente Resh Cyber Defense
  • Swift - Cliente Resh Cyber Defense

Dúvidas Frequentes

  • Tecnológicas
    • O que é um ataque cibernético?

      Um ataque cibernético é qualquer tipo de ação intencional, humana ou automatizada, que tenha como finalidade tirar um software, site, rede ou dispositivo computacional do seu funcionamento normal, com vistas a violar a confidencialidade, integridade e disponibilidade de dados e sistemas.

    • O que é segurança cibernética?

      De forma simplificada, a segurança cibernética bem elaborada tem várias camadas de proteção espalhadas pelos softwares, redes, dados, computadores e outros dispositivos que se pretenda manter seguros contra tentativas de ataques, e invasões. Em uma organização que possui uma segurança cibernética eficiente, as pessoas, os processos, a tecnologia e os contratos legais devem se complementar para criar uma defesa eficaz contra ataques cibernéticos.

    • Por que segurança cibernética é tão importante?

      Na atual sociedade altamente conectada, todos se beneficiam com procedimentos adequados de defesa cibernética. Do ponto de vista pessoal, um ataque de segurança cibernética pode resultar em muitos aborrecimentos e danos, que vão desde roubo de identidade a tentativas de extorsão, até a perda de dados importantes, como fotos de família e, em alguns casos, até risco de vida. Do ponto de vista da cidadania, nós confiamos e dependemos de infraestruturas críticas, tais como como usinas de energia, água, hospitais, serviços públicos de emergência, e empresas de serviços financeiros e de negócios na Internet. Proteger essas e outras organizações é essencial para manter nossa sociedade funcionando corretamente.

    • O que a segurança cibernética pode impedir?

      A aplicação adequada da segurança cibernética pode efetivamente prevenir ataques, violações de dados e roubo de identidade e pode ajudar no gerenciamento de riscos da empresa, além de atender a questões regulatórias e legais. Quanto mais uma empresa tem um bom senso de segurança, com um planejamento efetivo, tanto do ponto de vista tecnológico como jurídico, mais capaz ela é de prevenir e mitigar riscos cibernéticos e sofrer prejuízos que muitas vezes podem ser irreparáveis.

    • Quais são as principais ameaças cibernéticas hoje?

      Malware: é um tipo de software projetado para obter acesso não autorizado ou causar danos a um computador. Um vírus de computador é um dos tipos existentes de malware mas, apesar de mais conhecido, não é o único. Existem outros tipos como os Trojans, Worms, Backdoors, Spywares, Adwares, Downloaders, CryptoMiners e Ransomwares, apenas para citar os principais. Para complicar, ainda existem malwares híbridos, que agregam diversas características dos citados. Cada tipo de malware tem métodos de ação específicos.

      Ransomware: é um tipo de malware que invade e bloqueia os arquivos do computador, servidor ou outro dispositivo da vítima - normalmente por meio de criptografia - e exige um pagamento para descriptografá-los e desbloqueá-los. Também é conhecido genericamente como “vírus de sequestro de dados”. Geralmente este tipo de ataque tem sucesso devido a alguma vulnerabilidade nos sites, servidores ou redes das empresas. Você pode se proteger testando regularmente seus sites, softwares redes e demais sistemas e corrigindo suas falhas antes que algum atacante as encontre.

      Phishing: é a prática de enviar e-mails fraudulentos que se assemelham a e-mails de fontes confiáveis. O objetivo é roubar dados confidenciais, como números de cartão de crédito e informações de senhas. É o tipo mais comum de ataque cibernético. Você pode ajudar a proteger-se através da educação ou de uma solução de tecnologia que filtre e-mails maliciosos. Uma variação do ataque de Phishing é o ataque denominado Spear Phishing, este mais focado e preparado especificamente para a organização-alvo, e geralmente associado a um ataque de engenharia social, conforme explicado em seguida.

      Engenharia social: é uma tática que os criminosos usam para induzir alguém a revelar informações confidenciais. Eles podem solicitar um pagamento monetário ou obter acesso a seus dados confidenciais. A engenharia social pode ser combinada com qualquer uma das ameaças citadas anteriormente, para torná-lo mais eficaz e propenso a clicar em links, fazer download de malwares ou confiar em um site ou fonte mal-intencionada.

      Vazamento de dados: é a exposição intencional de dados da empresa ou da instituição, visando comprometer a imagem ou chantagear a organização em busca de ganho financeiro ilícito. Um vazamento de dados costuma ocorrer devido a alguma falha em sites, softwares, servidores e redes. Assim como com relação aos ataques de Phishing, você pode se proteger testando regularmente seus sites, softwares redes e demais sistemas, e corrigindo suas falhas antes que algum atacante as encontre.

  • Jurídicas
    • Você conhece a legislação e os aspectos regulatórios que norteiam seu negócio?

      Se você é um empreendedor nato, ou integra a equipe de uma grande companhia, deve saber que a área de tecnologia vem ganhando novos contornos no que diz respeito à legislação e aos aspectos regulatórios, tais como, a GDPR, legislação de proteção de dados europeia, a Lei 13.709/2018 que regula a privacidade e proteção de dados brasileira e a Lei 12.965/2014, também conhecida como Marco Civil da Internet que, dentre outras matérias, trata da coleta e armazenamento de logs por provedores de aplicação e de conexão.

    • A sua empresa, independente do segmento de atuação, tem uma política de Boas Práticas implementada no que diz respeito aos processos que envolvem colaboradores e parceiros de negócio na área de tecnologia?

      Atualmente, todas as empresas, sejam de pequeno, médio e grande porte tem uma série processos informatizados para otimizar o tempo de execução das tarefas e aumentar sua receita na medida em que ganham performance com o auxílio de softwares e, em alguns casos, até recursos ligados à IA - Inteligência Artificial. Esta é uma realidade que só deverá aumentar com a chegada da Internet das Coisas e a transferência de várias atividades, hoje executadas por humanos, para as máquinas. O fato, porém, apesar de benéfico e inexorável, requer uma preparação das companhias no que diz respeito à implementação de processos que zelem pela integridade e pela responsabilidade na realização de todas as tarefas que envolvem o uso da tecnologia. Desde, o uso do e-mail corporativo, bem como uma política rígida de adoção de senhas fortes e clareza dos aspectos relacionados ao uso de dispositivos pessoais na rede corporativo, resvalam sobre questões legais que precisam ser claramente apresentadas a todos os colaboradores, de preferência de forma organizada e no ato de contratação. Ressalta-se, ainda, que tais aspectos, em alguma medida, também envolvem parceiros de negócios.

    • Você conhece a necessidade de alinhar o desenvolvimento de produtos tecnológicos, tais como aplicativos à legislação vigente?

      A nossa experiência tem demonstrado que poucas são as empresas desenvolvedoras que se preocupam em incluir questões ligadas à segurança, tanto jurídica, quanto cibernética em seus organogramas de software, o que torna, muitas vezes, inviável a comercialização do produto, visto que algumas regras pautadas na legislação vigente não permitem, por exemplo, a monetização de dados coletados sem o consentimento de seus titulares. Por isso, vale lembrar que antes de partir para o desenvolvimento de um software que você acha que te transformará no novo mito da tecnologia, certifique-se que seu produto é viável, tanto do ponto de vista d legal, quanto do ponto de vista da robustez da coleta, tratamento e armazenamento de dados.

    • Sua empresa está preparada para os riscos cibernéticos, no que diz respeito aos prejuízos que podem gerar aos clientes?

      A atual legislação brasileira, assim como a legislação europeia e as resoluções de mercado norte-americano tem dado especial importância à figura do cliente, ou usuário, a depender do tipo de negócio. Esta preocupação resvala na necessidade de as companhias preocuparem-se cada vez mais com as cláusulas estipuladas em contratos, ou mesmo em Termos de Uso e Políticas de Privacidade sobre eventuais perdas ou vazamentos de dados.

    • Os dados são um ativo para a sua empresa?

      As recentes previsões legais, tem obrigado as companhias a repensarem seus modelos de negócio e suas estratégias de mercado. Fundamentalmente, esta discussão passa pela premissa do privacy by design que inclui a necessidade de incluir modelos robustos de segurança no desenvolvimento de softwares, além de fortalecer os processos tecnológicos das companhias em busca de uma gestão mais evidente e com transparência comprovada.

Envie sua mensagem!

Responderemos o mais rápido possível
Veja nossa política de privacidade

Proteja seu negócio e amplie seus lucros!

Proteção cibernética aliada à proteção jurídica traz segurança e confiabilidade aos negócios na era digital.

As melhores opções de proteção cibernética são identificadas por intermédio de ensaios e testes de stress, que são acompanhados por inteligência digital e humana.

Adequação as Leis de Privacidade
Proteção contra ataques cibernéticos
Especialistas capacitados