Saúde: um setor em destaque também para ciberataques!

Após o início da pandemia causada pelo coronavírus, os profissionais e empresas ligadas à área da saúde ganharam grande destaque, não só pelo seu protagonismo em relação à natureza do problema, mas também pelo interesse dos cibercriminosos em obter informações sigilosas sobre pesquisas envolvendo protocolos de tratamento e também sobre os dados de pessoas famosas que testaram positivo para a Covid-19.

 

As políticas de Estado exacerbam o seu poder sob o pretenso argumento de estar tutelando a saúde dos cidadãos a partir de monitoramentos sem nenhum critério legal o que resulta num cenário de extrema preocupação para os profissionais da área.

 

Em junho a ONU, OMS e Interpol foram acionadas para emitirem alertas e auxiliar no combate aos cibercrimes em todo o mundo e a Resh Cyber Defense quer contribuir com este debate a partir do olhar interdisciplinar das áreas da saúde e da tecnologia.

 

Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian

  • Doutor em Física Computacional pela Universidade de São Paulo
  • Fundador do ACME! Cybersecurity Research – UNESP/IBILCE
  • Membro do Conselho Técnico Consultivo da Resh Cyber Defense

 

Prof. Dr. Guilherme Becker Sander

  • Doutor em Gastroenterologia e Hepatologia pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Conselheiro da UNIMED Porto Alegre
  • CEO da empresa Sisqualis
  • Partner Resh Cyber Defense

 

Prof. Dr. Lucas Crociati Meguins

  • Doutor em Neurocirurgia pela FAMERP – Faculdade de Medicina de Rio Preto
  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Neurorradiologia Diagnóstica e Terapêutica (SBNR)
  • Partner Resh Cyber Defense